top of page

LANÇAMENTO DO SEGURO DE CRÉDITO À EXPORTAÇÃO PARA MPMES

A Secretaria de Assuntos Internacionais Ministério da Fazenda iniciou programa de Seguro de Crédito à Exportação para Micro, Pequenas e Médias empresas (SCE/MPME).

O Seguro será concedido em operações de exportação de bens ou serviços com prazo de financiamento da comercialização de até dois anos, sendo elegíveis ao uso desse seguro empresas com faturamento anual de até R$ 90 milhões e com exportações de até US$ 1 milhão.  Ademais, o Seguro poderá garantir o financiamento das exportações de MPMEs realizado por qualquer banco.

As empresas interessadas devem acessar o portal da SBCE - Seguradora Brasileira de Crédito à Exportação - (www.sbce.com.br) e prestar as informações requeridas pelo Sistema de Garantias Públicas. As MPMEs terão um prazo de até 30 dias da data do preenchimento dessas informações, para fornecer, inclusive,  os dados financeiros. Se as informações apresentadas forem consideradas satisfatórias, a empresa receberá, via e-mail, login e senha de acesso ao sistema eletrônico.

Após análise cadastral e financeira da empresa, será atribuído seu limite de crédito anual. É definido, também, um limite para cada operação de crédito à exportação, que será determinado de acordo com as informações cadastrais e financeiras do importador. O Certificado de Garantia de Cobertura das operações de MPME tem vigência de um ano e pode garantir mais de uma exportação de tais empresas.

Por conseguinte, gostaríamos de identificar a demanda por esse tipo de operações, a fim de analisar a viabilidade de realização de curso virtual com os CINs sobre o tema.

Para maiores informações, entrar em contato com o Sr. Rodrigo Toledo Cabral Cota, Subsecretário de Crédito e Garantias às Exportações do Ministério da Fazenda, pelo telefone: (61) 3412-4016.

Fonte: CNI

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

GOVERNO REDUZ IMPOSTO DE IMPORTAÇÃO DE VÁRIOS PRODUTOS

Produtos como arroz, feijão, carne e massas fazem parte da lista. O governo federal decidiu pela redução de 10% nas alíquotas do imposto de importação sobre vários produtos. O objetivo é, segundo o Mi

Comments


bottom of page