top of page

Espanhóis são cotados para sócios da Petrobras no Pecém

O Governo do Ceará têm mantido diálogo com investidores espanhóis para aproximá-los da Petrobras numa possível sociedade na Refinaria Premium II, no Pecém, segundo o presidente da Agência de Desenvolvimento do Ceará (Adece), Roberto Smith. Ex-presidente do Banco do Nordeste (BNB), Smith foi um dos homenageados no evento que comemorou os 60 anos do Banco, ao lado do também ex-presidente João Melo, hoje controlador do Estado.

Ele disse se tratar de um grupo com quem o Estado mantém relações, mas não revelou nomes. As conversas, ele frisa, ainda estão em fase preliminar. Smith ressaltou que a Petrobras é quem tem que definir seus parceiros. “Nós somos que nem agenciadores de casamentos, mas se a noiva não gostar do noivo...”, disse.

Além dos espanhóis, o governo negocia com ingleses e coreanos a possibilidade de uma parceria em torno da refinaria. A possibilidade de haver sócios na Premium II, que até então seria investimento exclusivo da Petrobras, foi levantada pelo governador Cid Gomes depois de reunião com a presidente da estatal, Graça Foster, no último dia 11. O governador atuaria para acelerar o cronograma de instalação do empreendimento, que acabou sendo postergado, segundo o último plano de negócios da empresa. A busca por sócios promovida por Cid inclui conversas com a Dongkuk, coreana sócia da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), uma maneira de abrir um canal na Coreia.

Divulgado em 25 de junho, o plano de negócios 2012-2016 da Petrobras deslocou as refinarias do Ceará e do Maranhão dos investimentos da empresa para inseri-los no rol dos empreendimentos em avaliação, o que gerou forte reação política e empresarial. E levou Graça a explicar que tudo teria sido um mal entendido e que a refinaria está mantida, mas com um novo cronograma, ainda a ser divulgado. Em entrevista exclusiva ao O POVO, publicada em 13 de julho, Cid contou que chegou a conversar com o ex-presidente Lula para que intermediasse as conversas com Graça Foster, para impedir que a refinaria fosse excluída dos planos da empresa.

Smith considera que os altos investimentos que a estatal tem feito e os custos elevados da refinaria de Pernambuco - que está saindo 10 vezes mais cara que o projeto inicial - podem ter rebaixado a capacidade da empresa de investir. “Talvez a Petrobras não possa dar conta sozinha. Ou talvez possa, mas isso atrasaria muito o projeto, coisa que o governador não aceita”. Smith diz acreditar que serão muitos os interessados na parceria com a Petrobras.

O quê

ENTENDA A NOTÍCIA

A Refinaria Premium II é um dos principais investimentos esperados para ampliar as riquezas do Ceará. Entre os entraves está o terreno doado pelo Governo do Estado, questionado por um grupo indígena.

Saiba mais

Luciano Coutinho, presidente do BNDES, disse que não há concorrência com o BNB. Segundo ele, a relação é de parceria, somando R$ 40 bilhões de investimento de ambos na Região em 2011.

“Como o BNDES tem um grande orçamento, o BNB pode contribuir nessa distribuição”, disse.

Com a ampliação do BNDES no microcrédito por meio do cartão BNDES, área em que o BNB se destaca, Coutinho explica que os dois bancos tem atuação diferente. “O BNB trabalha com microcrédito de cerca de R$ 1 mil, R$ 2 mil. O BNDES fica por volta de R$ 15 mil”, explica.

Fonte: O Povo

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

GOVERNO REDUZ IMPOSTO DE IMPORTAÇÃO DE VÁRIOS PRODUTOS

Produtos como arroz, feijão, carne e massas fazem parte da lista. O governo federal decidiu pela redução de 10% nas alíquotas do imposto de importação sobre vários produtos. O objetivo é, segundo o Mi

Comments


bottom of page