top of page

CEARÁ FOI O TERCEIRO MAIOR EXPORTADOR DO NORDESTE

A indústria cearense apresentou, no primeiro trimestre, expansão de 1,2% na produção física, em comparação com o igual período de 2013, resultado superior à média nacional (0,4%). Setorialmente, destacam-se o ritmo de expansão da indústria de vestuário (20%), petróleo, derivados e álcool (16,5%), produtos de metal (9,1%), bebidas (9,1%) e alimentos (9%). As informações são do Panorama Industrial de maio, divulgado, ontem, pelo Instituto de Desenvolvimento Industrial (Indi), da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec).

O Produto Interno Bruto (PIB) cearense apresentou expansão de 3,4% até o terceiro mês deste ano, enquanto o PIB brasileiro cresceu 2,3% em igual período. O desempenho da economia cearense foi influenciado positivamente, segundo o panorama, pela expressiva taxa de expansão da indústria, de 5,6%, com destaque para a extrativa e os serviços industriais de utilidade pública.

Com relação ao comércio exterior, nos três primeiros meses de 2014, o Ceará foi o terceiro maior exportador do Nordeste, exibindo crescimento de 16% frente a igual período de 2013, elevando participação no total exportado pelo País, de 0,54% para 0,65%. O setor calçadista continua líder na pauta de exportação do Estado, seguido por óleo combustível, frutas e couros. No período, o setor industrial foi responsável por 79,2% do valor exportado pelo Ceará.

A economia cearense tem apresentado taxas de crescimento superiores à do País, beneficiando os setores que atendem o mercado interno. Entretanto, na visão do economista do Indi, Guilherme Muchale, “a indústria não pode depender apenas do mercado interno, tornando importante a elaboração de estratégias de internacionalização de nossa indústria, com foco no ganho de competitividade para exportações dos produtos industriais cearenses”, ressaltou.

Fonte: O Estado do Ceará

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page