top of page

CÔNSUL DOS EUA QUER APROXIMAÇÃO DE EMPRESÁRIOS DOS EUA COM CEARENSES

Após visitar Fortaleza na semana passada, o cônsul comercial dos Estados Unidos no Recife, Eric Olson, destacou o Ceará como foco de investimentos para empresas americanas no Nordeste. “Para nós, o Turismo é uma área com grande potencial. Mas também estamos focando na área de agricultura e de calçados, que tem uma indústria importante no Estado, além da área de infraestrutura e no setor médico-hospitalar, no qual o Ceará é um importante polo”, disse o cônsul comercial, que ocupa o cargo desde abril de 2013.

Para Olson, uma das maiores vantagens competitivas do Ceará é o Porto do Pecém, tanto pela localização geográfica como pelo grande calado, que permite a atracação de grandes cargueiros. “Acho que o (Complexo Industrial e Portuário do) Pecém é um motor de desenvolvimento econômico para o Estado e para as cidades vizinhas. E o seu crescimento em pouco mais de 10 anos é impressionante”.

Segundo Olson, no entanto, o seu maior desafio é promover o Nordeste para empresários americanos. Ele diz que muitos querem investir no Brasil, mas que poucos conhecem o País, além do Rio de Janeiro e de São Paulo. “O nosso trabalho é promover o Nordeste como destino para empresas americanas. E o primeiro passo é fornecer mais informações sobre a Região para atrair investidores.” De acordo com o cônsul, em 2013 o Ceará importou aproximadamente US$ 460 milhões dos EUA e exportou cerca de US$ 360 milhões ao país.

Turismo

No setor turístico, o cônsul comercial acredita que o Ceará tem potencial para atrair empresas americanas tanto no segmento de sol e praia como no de negócios. Para ele, o fato de nenhuma empresa americana operar voos para Fortaleza não é um entrave para que o Estado receba visitantes dos EUA. “De fato, o americano gosta de viajar por empresas americanas. Mas, antes de tudo, o americano gosta mesmo é de acumular milhas. E como a TAM é membro da Oneworld (aliança da qual faz parte a American Airlines), acho que é um bom primeiro passo”.

Olson diz que já teve conversas com a American Airlines para expandir as rotas entre Fortaleza e EUA. “Acho que Fortaleza tem boas oportunidades para atrair mais turistas americanos.” Em 2010, a Delta Airlines suspendeu a rota Fortaleza Atlanta por falta de demanda. E hoje, a Capital conta com um voo semanal para os EUA (Miami), pela TAM.

Durante a visita a comitiva norte-americana se reuniu com membros da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec). A ideia, diz Olson, é montar uma missão de empresários americanos para conhecerem o Ceará e se reunirem com empresários locais. “O nosso objetivo é conhecer mais sobre o Estado, para que depois possamos fortalecer os vínculos entre empresários americanos e cearenses”.

O cônsul comercial diz que ainda neste ano deverá fazer outra visita do Estado. “Deverá ser em setembro ou outubro. Ainda não está confirmado. Mas como eu disse, Fortaleza é uma cidade na qual estamos com foco.” A comitiva contou com a participação do novo cônsul geral dos EUA no Recife, Richard Reiter, que assumiu o cargo em julho e fez a sua primeira visita oficial ao Estado. O consulado dos EUA no Recife abrange todos os estados do Nordeste, exceto a Bahia.

Fonte: Jornal O Povo

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

GOVERNO REDUZ IMPOSTO DE IMPORTAÇÃO DE VÁRIOS PRODUTOS

Produtos como arroz, feijão, carne e massas fazem parte da lista. O governo federal decidiu pela redução de 10% nas alíquotas do imposto de importação sobre vários produtos. O objetivo é, segundo o Mi

Comments


bottom of page